Ritos inquietos

Imagens iconográficas, auto performativas e simbólicas das relações entre o universo externo, o desejo e a potência de agir que antagônicos à necessidade de isolamento descrevem os gritos internos de um corpo que não contém silêncio como cura.

O ensaio Ritos Inquietos foi produzido a partir de autorretratos durante o primeiro pico da pandemia do COVID19 no Brasil.